Vídeos da Casa do Crescer

Loading...

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

FELIZ OLHAR NOVO EM 2011


"O grande barato da vida é olhar pra trás e sentir orgulho da sua história.
O grande lance é viver cada momento como se a receita da felicidade fosse o AQUI e AGORA!
Claro que a vida prega peças. É lógico que, por vezes, o bolo sola, o pneu fura, chove demais...
O que eu desejo pra todos nós é sabedoria, é que todos nós saibamos transformar tudo em uma boa experiência!
Que todos consigamos perdoar o desconhecido, o mal educado.
Se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam diferentes .
 Desejo pra todo mundo esse olhar especial...
2011 pode ser um ano especial se nosso olhar for diferente..."
            
 FELIZ 2011!!

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

FELIZ NATAL

Desejamos a todos um Natal de paz, amor e alegrias.
Agradecemos pela confiança no nosso trabalho e pela parceria de sempre.
É muito bom fazer parte da vida de vocês.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Petição Respeito pelas Recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) no atendimento ao parto normal

Vamos assinar!!! Cique aqui => Petição Respeito pelas Recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) no atendimento ao parto normal
As recomendações da OMS no atendimento ao parto normal são ininterruptamente ignoradas pelos próprios profissionais de saúde. Estas recomendações baseiam-se fundamentalmente num profundo respeito pela mulher e pelo processo transformativo que ela está a viver, mais pelo seu bebé, sem intervenções desnecessárias, tais como a raspagem dos pêlos, confinar a mulher à cama, CTG contínuo, exames vaginais frequentes por mais de um assistente, entre muitos outros procedimentos, os quais causam desconforto e dor, inibindo a dilatação na mulher. Estas intervenções resultam num elevado número de pedido de epidural, de uma crescente taxa de cesarianas comprometendo muitas vezes a amamentação, logo, a saúde do bebé. Porque o nascimento é o evento social de maior importância e não um evento médico. Aqui mais informações http://www.bionascimento.com/index2.php?option=com_content&do_pdf=1&id=50

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

E O BANHO DE BALDE???

Algumas de vocês já devem ter ouvido falar no banho de balde. Resolvi escrever aqui para as mulheres que estão se preparando para engravidar e para as recém mamães que ainda não conhecem. Vou falar um pouco de seus benefícios e de que forma se dá um banho de balde.
A idéia surgiu de especialistas, em 1997, na Holanda. Eles tinham a intenção de comprovar que é possível transmitir ao bebê as mesmas sensações do ambiente intra uterino, facilitando assim, a  adaptação ao mundo aqui de fora.
Algumas perguntas frequentes:
  1. A partir de quantos anos e até quando podemos dar o banho de balde? Pode-se dar o banho desde o nascimento, sendo inclusive o primeiro banho do bebê. A indicação é de até 6 meses, mas muitas mães continuam dando até 1, 2 anos de idade. Se ainda for agradável ao bebê. Sempre adaptando o tamanho do balde.
  2. Que balde usar? Existe no mercado uma marca específica que é a Tummytub que custa, aproximadamente, R$ 140,00. Mas, pode-se perfeitamente utilizar o balde comum com capacidade em torno de 15 à 18 litros. Este deve ser esterelizado e utilizado somente para o banho.  Deve ter as alças reforçadas, as bordas lisas e largas. Fiquem atentas para que não haja nada em sua superfície que possa machucar a pele do bebê.
  3. Qual a quantidade de água e a temperatura ideal? A água deve ficar na altura dos ombros do bebê. Lembrem-se que por causa da massa corporal, quando colocamos o bebê na água o nível sobe. Portanto, encha o balde com 1/3 de água, coloque o bebê e depois complete com água até chegar na altura dos ombros. A temperatura deve ser agradável e variando de 37 à 38 graus. 
  4. Por que o banho de balde é bom? A posição fetal, a água quente e as paredes do balde lembram o interior do útero. Com isso, o bebê relaxa e acalma. Ideal para evitar insônias. A água quente, além de ajudar a relaxar,  é analgésica, o que colabora para amenizar e evitar as cólicas.
  5.  De que forma devo colocar o bebê no balde? Se o bebê for novinho o enrolamos como um charutinho em uma fralda toalha e com o bebê de frente para nós submergimos o seu corpinho aos poucos na água até a altura dos ombros. Seguramos o mínimo possível o seu pescoço, afim de o seu rosto não mergulhar na água. Como esse banho relaxa muito os bebês tendem a dormir, por isso, devemo ficar atentos para que a cabecinha não tombe. Atenção: NUNCA DEIXE O BEBÊ SOZINHO
  6. Pode-se dar banho com a função de limpeza? Sim. O banho de balde tem a função de relxar e acalmar, mas também a de higienização. Para tanto, o bebê deve estar nu e o banho deve ser dado normalmente. Iniciando-se pela cabeça, rosto e depois o corpo.

Farei um vídeo demonstrativo e postarei aqui para vocês, ok?!!
     Espero que tenha conseguido esclarecer algumas duvidas e curiosidades sobre o famoso banho de balde. Se tiverem outras dúvidas e curiosidades deixem um recadinho aqui que tento esclarecer para vocês.
Um beijo grande e boa sorte.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

ORIENTAÇÃO E PREPARAÇÃO À GESTAÇÃO, AO PARTO, PÓS-PARTO, CUIDADOS COM O BEBÊ E AMAMENTAÇÃO

O curso visa a preparação emocional e física da gestante, seu parceiro e familiares.
Tem como objetivo a orientação sobre as transformações que ocorrem durante a gestação, a preparação para o parto, para o pós-parto, apoio para amamentação e cuidados com o bebê, favorecendo uma vivência tranqüila e consciente da gravidez.



Oferecemos todo apoio, suporte e orientação que a gestante precisa nesse período.

Os cursos são realizados de forma leve e objetiva com recursos de filmes, imagens e objetos;
São realizados em módulos de acordo com a necessidade do casal; 
Oferecemos dicas de livros, textos e vídeos referentes ao tema;  
São realizados em grupo ou individual na casa da gestante.

.Módulo I - Preparação para o parto
Módulo II - Pós-parto, Cuidados com o Bebê  e Amamentação

Entre em contato e peça o seu orçamento pelo clarissa@casadocrescer.com.br

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Pessoal, não percam!!! 
Amanhã, 14/10 estarei ao vivo na RIT TV no "Nosso Programa" a partir das 14h.
Darei algumas dicas sobre a chegada do bebê em casa e o 1º banho.
A RIT TV está no canal 12 da Net, 06 da Sky, 48 UHF e vc tb pode acompanhar o programa pelo site www.rittv.com.br
Vcs podem participar mandando suas perguntas pelo twitter @nossoprograma 
Espero por vcs!

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

SEMANA DO BABYWEARING 2010

Todos os anos a Associação Babywearing Internacional comemora a Semana do Babywearing para promover e incentivar o uso do sling e divulgar seus benefícios. Algumas organizações sens fins lucrativos ao redor do mundo celebram essa data. Neste ano a Semana do Babywearing será comemorada entre os dias 6 e 12 de outubro e é o segundo ano que a BWB / Associação Brasileira de Carregadores de Bebês participa dessa comemoração.

O evento em São paulo ocorrerá no dia 09/10 (SÁBADO) , no Parque da Juventude as 14h, onde haverá um encontro de mães, gestantes, pais, enfim todas as pessoas que usam  ou têm curiosidade sobre o assunto.
Faremos um "test drive",  quem ainda não tem um sling experimentará o acessório pra sentir como é ( e se apaixonar, claro!), várias rodas com assuntos pertinentes a maternidade como: Shantala, amamentação, nutrição na gestação, yoga para gestantes, cuidados com recém nascidos. Contaremos com a presença de profissionais como Doulas, fisioterapeutas, enfermeiras e constultoras de babywearing.
Haverá sorteios de produtos infantis, trocas de livros e brinquedos usados, mas em bom estado! Também contaremos com o cantinho da criança,  contação de histórias, atividades dirigidas e um espaço para os bebês brincarem e se divertirem em segurança junto com a mamãe!
No encerramento teremos uma linda apresentação do coral Materna Em Canto se apresentará,  junto com a dançarina especialista em dança materna Tatiana Tardioli.
VENHA E TRAGA SUA FAMÍLIA! VOCÊ VAI SE AMARRAR NESTA IDÉIA!

 Realização

http://babywearinginternational.org/pages/celebratingaroundtheworld.phpBWB - www.bwbrasil.wordpress.com - Associação dos carregadores de bebês do Brasil  e  Koladinho Sling www.koladinhosling.blogspot.com

Apoio
www.espacoene.com.br  
www.barrigaboa.com.br         

Mais informações com
Ritta Costa
3774-6274 / 8031-7967
koladinhosling@hotmail.com

terça-feira, 21 de setembro de 2010

O PODER PROTETOR DO LEITE MATERNO

Por NICHOLAS WADE
Uma grande parte do leite humano não pode ser digerida pelos bebês e parece ter um objetivo muito diferente da nutrição infantil -o de influenciar a composição das bactérias no trato digestivo do bebê.
Os detalhes desse relacionamento triplo entre mãe, filho e micróbios do estômago estão sendo esclarecidos por três pesquisadores da Universidade da Califórnia em Davis, Bruce German, Carlito Lebrilla e David Mills. Eles e outros colegas descobriram que uma determinada variedade de bactéria, uma subespécie da Bifidobacterium longum, possui diversos genes que permitem que ela prospere no componente indigesto do leite.
"Ficamos surpresos ao ver que o leite tinha tanto material que o bebê não consegue digerir", disse German. "Descobrir que ele estimula seletivamente o crescimento de bactérias específicas, que por sua vez protegem o bebê, nos permite ver a genialidade da estratégia -as mães recrutam outra forma de vida para cuidar de seu filho."
Os bebês supostamente adquirem essa variedade especial de bifidobactéria de suas mães, mas estranhamente ela não foi detectada em adultos. A substância indigesta que favorece a bifidobactéria é uma série de açúcares complexos derivados da lactose, o principal componente do leite. Os açúcares complexos consistem em uma molécula de lactose à qual foram acrescentadas cadeias de outras unidades de açúcar.
O genoma humano não contém os genes necessários para decompor os açúcares complexos, mas a subespécie bifidobactéria sim, dizem os pesquisadores em uma revisão de seu estudo na edição de 3 de agosto de "Proceedings of the National Academy of Sciences".
Os açúcares complexos foram considerados por muito tempo sem importância biológica, embora eles constituam até 21% do leite. Além de promover o crescimento da variedade bifidobactéria, eles servem como isca para bactérias nocivas que poderiam atacar os intestinos dos bebês.
Os açúcares são muito semelhantes aos encontrados na superfície das células humanas e são formados no seio pelas mesmas enzimas. Muitas bactérias e vírus tóxicos se ligam a células humanas através dos açúcares da superfície. Mas, em vez disso, eles se ligarão aos açúcares do leite. "Pensamos que as mães evoluíram para permitir que essa coisa flua ao bebê", disse Mills.
German vê o leite como "um produto incrível da evolução", que foi moldado pela seleção natural porque é tão crítico para a sobrevivência tanto da mãe quanto da criança. "Tudo no leite tem um preço para a mãe -ela literalmente dissolve seus próprios tecidos para fabricá-lo", disse.
O bebê nasce em um mundo cheio de micróbios hostis, com um sistema imunológico destreinado e sem o ácido cáustico do estômago que nos adultos mata a maior parte das bactérias.
German e seus colegas estão tentando "desconstruir" o leite, baseados na teoria de que o fluido foi moldado por 200 milhões de anos de evolução mamífera e contém uma riqueza de informações sobre a melhor maneira de alimentar e proteger o corpo humano.
Embora o leite em si seja destinado a bebês, suas lições podem se aplicar aos adultos. Os açúcares complexos, por exemplo, são uma forma de influenciar a microflora do estômago para que ela possa em princípio ser usada para ajudar bebês prematuros, ou nascidos de cesariana, que não adquirem imediatamente a variedade bifidobactéria.
As proteínas do leite também têm funções especiais. Uma delas, chamada alfa-lactalbumina, pode atacar células de tumor e as infectadas por vírus, restaurando sua capacidade perdida de cometer o suicídio celular. A proteína, que se acumula quando um bebê é desmamado, também é o sinal para que o seio volte a sua forma normal.
Essas descobertas deram aos três pesquisadores uma aguda consciência de que cada componente do leite provavelmente tem uma função especial. "Tudo está lá por um objetivo, embora ainda estejamos tentando descobrir qual é esse objetivo", diz Mills. "Então, por favor, amamentem." 

terça-feira, 14 de setembro de 2010

MENOS ADRENALIDA E MAIS OCITOCINA NO PARTO - Entrevista com o obstetra Michel Odent

"A tecnologia é aliada do homem na Medicina, mas faz com que alguns instintos sejam deixados de lado. Para o obstetra francês Michel Odent, o aparato tecnológico está tornando os partos menos eficazes. Ele defende a “mamiferização” do parto, que é como chama o conjunto de ações que fazem com que o nascimento respeite as condições inatas da mulher. Quanto mais máquinas, especialistas por perto e iluminação, menor a segurança da mulher no momento em que ela precisa estar tranquila para dar à luz, diz Odent. O bebê deveria ficar com a mãe assim que nasce e ser amamentado na primeira hora de vida. Sempre lembrando que somos animais, o obstetra fala sobre a fisiologia do parto, sobre os hormônios e substâncias ligadas ao nascimento e ao medo, que podem causar dor.
Odent ficou conhecido por in­­­­troduzir no hospital de Pithi­­­viers, na França, o conceito da casa como sala de parto e da utilização das piscinas de parto. Autor de 12 livros publicados em 22 línguas, o médico esteve em Curitiba no início de abril e conversou com o Viver Bem..."
Clique AQUI para ler a entrevista completa.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

FIQUE ATENTA A LINGUAGEM DAS CRIANÇAS

Slide 4

O desenvolvimento da linguagem começa antes da criança nascer. Ainda dentro da barriga, o bebê já é capaz de responder a sons e sensações vivenciadas pela mãe.

No primeiro ano de vida, a criança se comunica pelo olhar, choro, sorriso, gesto. O adulto mais próximo deve ficar atento a esses comportamentos, respondendo às necessidades da criança e estimulando-a.

Quando começa a falar, ela usa uma mesma palavra para nomear várias coisas. Atentos, os pais, tios, avós, babás e professores devem responder de forma correta, clara e simples, mostrando, sempre que possível, o objeto de que estão falando. 

IMPORTÂNCIA DAS ATIVIDADES DE VIDA DIÁRIA
           
Deve-se aproveitar as situações do dia-a-dia, como a hora do banho, da alimentação e da troca de fraldas para estimulação da criança, através de conversas e perguntas.
Saiba escutar o que a criança tem a dizer.

A aquisição do vocabulário da criança está diretamente ligada ao que ouve, portanto converse, cante, relate, explore todos os momentos em que estiverem juntos.

Não esqueça:  
A criança aprende por meio de suas experiências e o papel dos adultos é proporcioná-las! 


ATITUDES QUE AJUDAM A CRIANÇA A DESENVOLVER A LINGUAGEM

        Aproveite os momentos de maior atenção da criança para conversar com ela, usando palavras simples e frases curtas, falando de igual para igual.

        Pronuncie corretamente as palavras, usando boa articulação e entonação.

         Devolva sempre as palavras ditas pela criança de maneira correta e motivadora, sem infantilizar a sua fala

        Valorize o contato com a criança: o toque, o olhar são manifestações essenciais.

         Dê pequenas ordens, como "pegue um copo para a mamãe", "jogue um beijo para a vovó"

        Explore a língua, os lábios e as bochechas. Brinque com isso! Faça caretas, barulho de carro (vibrando os lábios), jogue beijo, encha as bochechas de ar e solte-as... 
Não é preciso um momento próprio para essas estimulações.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

CURSO DE ORIENTAÇÃO PARA GESTANTES

Pensando em apoiar e orientar gestantes, seus parceiros e familiares a Casa do Crescer oferece um curso bem bacana de Orientação ao Parto, Pós-parto e de Cuidados com o bebê e Amamentação.
O curso visa a preparação emocional e física das gestantes, seus parceiros e familiares e tem como objetivo a orientação sobre as transformações que ocorrem durante a gestação, o parto, pós-parto, aconselhamento em amamentação e sobre os cuidados com o bebê, favorecendo uma vivência tranqüila e consciente da gravidez.
PROGRAMA DO CURSO AQUI

São realizados de forma leve e objetiva com recursos de filmes, imagens e objetos;
São realizados em módulos de acordo com a necessidade do casal;
Oferecemos dicas de livros, textos e vídeos referentes ao tema;
São realizados em grupo ou individual;
São realizados na Casa do Crescer ou em domicílio.


INFORMAÇÕES E CONTATO: clarissa@casadocrescer.com.br
http://casadocrescer.blogspot.com
TELEFONES: 11-30322914 / 11-78898996

Clarissa N. Cunha Mello
Fonoaudióloga e Educadora Perinatal

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

ATIVIDADES QUE OFERECEMOS

    A Casa do Crescer é um Espaço Materno Infantil que oferece apoio e orientação para a mulher, gestante, mãe e para sua família.
    FONOAUDIOLOGIAVisa uma atuação preventiva e educativa em relação à saúde materno-fetal e infantil com informações e orientações sobre a importância da amamentação, desenvolvimento da fala, linguagem, desenvolvimento motor, audição, voz, leitura e escrita. Além de alertar sobre o uso de chupetas e mamadeiras sinalizando seus malefícios, buscando-se a promoção da saúde e um bom desenvolvimento infantil.
    => Realizamos encontros, cursos e oficinas para grávidas, mães, casais, familiares, babás e profissionais de Educação Infantil com o intuito de orientar e informar sobre desenvolvimento infantil.
  • PSICOMOTRICIDADEAtividades direcionadas à criança de 02 à 06 anos, com o objetivo de favorecer, de forma lúdica, o desenvolvimento de habilidades e competências cognitivas, sociais, emocionais, motoras, assim como o desenvolvimento da fala e da linguagem.
=> Orientações aos pais sobre o bom desenvolvimento motor por meio de oficinas e workshops.
  • ORIENTAÇÃO PERINATALDestinada às grávidas, seus parceiros e familiares visando a preparação emocional e física para a gravidez, o parto e maternidade/paternidade.  Oferecemos orientações e informações sobre a gestação, parto, pós-parto, aconselhamento em amamentação e sobre os cuidados com o bebê, favorecendo assim, uma vivência tranqüila e consciente da gravidez.
A Orientação Perinatal ajuda o casal a:
• Viver a gravidez e o parto como eventos fisiológicos e não como doença;
• Controlar a ansiedade e diminuir os temores com informações pertinentes;
• Esclarecer as dúvidas;
• Aumentar a segurança física e emocional;
 
• Aumentar a auto-confiança para o parto e em relação a criação do bebê.
=> Oferecemos oficinas e cursos para grávidas e seus parceiros com o intuito de prepará-los para viver a gestação, o parto e o pós-parto de maneira natural, informada e consciente.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

TESTE DA ORELHINHA TORNA-SE OBRIGATÓRIO

O teste da orelhinha agora é lei. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a Lei nº 12.303, de 2 de agosto de 2010, que torna obrigatória a realização do exame denominado Emissões Otoacústicas Evocadas. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União do dia 3 de agosto, seção 1, página 1.

Segundo a lei, agora todos os hospitais e maternidades devem realizar o teste gratuitamente nas crianças nascidas em suas dependências. A triagem auditiva neonatal universal por meio do teste da orelhinha é capaz de detectar deficiências auditivas desde o nascimento, possibilitando o diagnóstico e o tratamento precoce de eventuais problemas. Como é sabido, há tratamentos de extrema importância, como o implante coclear, que só têm bom resultado ou são possíveis quando iniciados na primeira infância.
A conquista é um marco para a saúde auditiva brasileira. Parabéns aos fonoaudiólogos e a todos os setores da sociedade que intervieram para alcançarmos este resultado!

Quando deve ser feito?

Orienta-se realizar o teste da orelhinha, nos primeiros anos de vida do bebê (3 meses), detectando perdas precoces que possam influenciar no aprendizado da linguagem. Geralmente o exame é realizado no berçário em sono natural, de preferência no 2º ou 3º dia de vida. O tempo de duração varia entre 5 e 10 minutos, não tem qualquer contra-indicação, não acorda nem incomoda o bebê. Não exige nenhum tipo de intervenção invasiva (uso de agulhas ou qualquer objeto perfurante) e é absolutamente inócuo. A triagem auditiva é feita inicialmente através do exame de Emissões acústicas evocadas (código 51.01.039-9 AMB).
Fonte: Conselho Federal de Fonoaudiologia

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

ESTUDO CONFIRMA BENEFÍCIOS DA AMAMENTAÇÃO EXCLUSIVA CONTRA INFECÇÕES

"Bebês alimentados exclusivamente com o leite materno nos primeiros quatro meses de vida - e que continuam sendo amamentados por alguns meses após esse período, mesmo com a inclusão de outros alimentos - têm menor risco de infecções respiratórias e gastrointestinais, segundo estudo que será publicado na edição de julho da revista médica Pediatrics. E, de acordo com os especialistas, seis meses de amamentação exclusiva é ainda melhor.

Avaliando mais de 4 mil mães, os pesquisadores observaram que apenas 1,4% dos bebês haviam sido alimentados exclusivamente pelo leite materno até os seis meses de idade. E esses bebês apresentavam, significativamente, menores riscos de infecções no trato respiratório inferior e superior e no trato gastrointestinal. Aqueles amamentados exclusivamente por quatro meses também apresentaram bons resultados nesse sentido, mas em menor escala.

“O aleitamento materno exclusivo até a idade de quatro meses e parcialmente após esse período foi associado a uma significativa redução da morbidade respiratória e gastrointestinal em bebês”, escreveram os autores na publicação. De acordo com os especialistas esses resultados são muito importantes, visto que essas infecções são as principais causas de doenças nas crianças. E isso está em consonância com as recomendações da Organização Mundial da Saúde. “Nossas descobertas apoiam estratégias de políticas em saúde para promover a amamentação exclusiva por pelo menos quatro meses, mas, preferencialmente, por seis meses em países industrializados”, destacaram."

Fonte: Pediatrics. Edição prévia de julho de 2010

SEMANA MUNDIAL DE ALEITAMENTO MATERNO 2010

Durante a semana de 01 a 07 de agosto de 2010 comemoramos a Semana Mundial de Aleitamento Materno - "Por um mundo amigo da criança, 10 passos que valem a pena".

Dicas para o início da amamentação

01 - Muita calma, no início existe uma adaptação e o tempo de ambos, mãe e bebê, devem ser respeitados.  

02 - Jamais dê complemento (leite em pó maternizado tipo NAN, Nestogeno, etc) a não ser em casos muito graves. O complemento não chega nem perto do leite materno, vai matar a fome do bebê e ele não vai querer mamar no peito o colostro, rico em anticorpos, importantíssimo para o bebê. É como uma vacina natural. O colostro é o que sai do seio antes da descida do leite, são algumas gotinhas amareladas que o bebê ingere.  


03 - O leite pode demorar de 4 a 7 dias para "descer". Até lá, não há problema o bebê só tomar o colostro. Ele nasce com muitas reservas de gordura e aguenta essa fase.  


04 - Normalmente os bebês perdem até 10% do seu peso, após o nascimento, recuperando em até 14 dias em média.
05 - Não existe leite materno fraco.

06 - Procure amamentar num lugar calmo e curta esse momento com o seu filho.


07 - Existem várias posições para amamentar. Sentada, coloque o bebê virado para você, com a barriga encostada na sua, de forma que ele não precise virar a cabeça para mamar. Tenha um apoio para colocar o braço e aparar a cabeça do bebê. Amamentar deitada também é uma boa pedida. Vc deita de lado e o bebê também de lado, um olhando para o outro, e coloca ele pra mamar. Enquanto isso, você pode descansar.


11 - A maioria das mães tem o bico do peito "plano", sem o bico muito avantajado. O bebê é que fará esse bico, ao longo do tempo, durante as mamadas. A mãe pode estimular o bico para que ele fique saliente antes da mamada.  

12 - O fato do seio da mãe não encher de leite e nem vazar entre as mamadas NÃO quer dizer que a mãe produza pouco leite.  


13 - O fato do bebê querer mamar toda hora também NÃO quer dizer que a mãe produza pouco leite. Observe se o bebê chora mesmo por fome. Geralmente o bebê que ficar no seio para dormir ou para se aconchegar e não é fome. Aos poucos você vai perceber o que significa cada choro.  


14 - A maior quantidade de leite que o bebê mama é o que "desce" na hora da mamada e não o que está "armazenado" o seio. Nem todos os seios enchem ou vazam entre as mamadas. Se o seu seio não enche, não vaza, não espirra, não se preocupe. Isso não quer dizer nada. Se ao retirar o leite manualmente ou com a bombinha, você consegue retirar pouco leite, isso também não quer dizer nada. A bombinha só tira o leite que está armazenado na hora.  


15 - Evite dar mamadeira ao seu filho. Se for necessário dar o seu próprio leite, dê no copinho descartável. A mamadeira tem um bico muito diferente do bico do seio e o bebê ainda não sabe diferenciar os bicos, ficando confuso e fazendo uma pega errada no seio, podendo machucar e até ocasionar um desmame precoce, pois o leite sai da mamadeira com muito mais facilidade, levando geralmente o bebê a preferir a mamadeira. 

16 - Bebê amamentando exclusivamente ao seio, não precisa tomar água e nem chá. 

17 - É recomendada a amamentação exclusiva no seio até os 6 meses de idade e até os 2 anos, complementando.  

18 - Se o bebê ganha peso, e molha as fraldas de 4 a 6 vezes por dia, não há pq se preocupar. Ele está mamando suficientemente.
 21 - Após as mamadas, sempre passe o próprio leite do seio e deixe secar naturalmente. Se possível exponha os seios ao sol. O leite é bactericida e cicatrizante e evitará as famosas rachaduras.
19 - Observe bastante a "pega" do bebê. O bebê deve estar com a boca bem aberta, abocanhando a maior parte do seio, quase toda a auréola. A língua do bebê fica em volta do seio em forma de cálice. O bebê não faz barulho durante as mamadas e nem encova as bochechas. Se o bebê não faz uma pega boa, ou mama só o biquinho do peito, sai pouco leite e não estimula a produção, além de provocar rachaduras nos seios.

20 - Quanto mais o bebê mama, mais leite a mãe produz. Quanto menos mamar, menos a mãe produzirá.



22 - Deixe o bebê mamar o tempo que ele quiser, na hora em que sentir fome. Não estipule regras e nem horários. Deixe que o bebê faça isso. Naturalmente ele entrará no ritmo dele. Adote a livre demanda. A livre demanda não significa que o bebê deve ficar o tempo todo no seio, e sim, que a mãe deve amamentá-lo quando sentir fome. Como no início é difícil de saber se o motivo é fome, as mães em geral oferecem o seio. Os bebês gostam de mamar e normalmente aceitam a hora que for, causando uma falsa impressão de fome. Às vezes seu filho só quer ficar junto de você.

23 - Se o bebê dorme muito ou dorme mamando, estimule ele fazendo cosquinhas nos pés ou massageando as bochechas para que ele volte a mamar.  


24 - Evite tomar refrigerante, chocolate e bebidas alcólicas amamentando. Essas substâncias passam para o leite podendo causar cólicas no bebê.

25 - O leite materno, além de ser o melhor alimento, ainda possui anticorpos que protegem o bebê. A composição do leite materno muda a medida que o bebê cresce. A mãe produz o leite próprio para o seu filho. Todas as mães, com raras exceções, tem condições de amamentar. Não dê ouvidos aos palpiteiros. Você conhece o seu filho mais do que ninguém.


26 - Ao amamentar, mentalize o leite saindo do seu seio. Isso ajuda bastante!

27 - Confie em você e nos seus peitos ! Tenha auto-estima, determinação e coragem!!

08 - Beba bastante água, quanto mais hidratada a mãe, mais leite produzirá. Crie um hábito de sempre tomar água, suco ou alguma bebida refrescante durante as mamadas.


09 - Procure descansar sempre que possível, para repor as energias. A amamentação queima muitas calorias.

10 - Após a mamada, se o bebê dormir, coloque-o no berço de lado, para evitar que regurgite e se engasgue.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Convite irresistível para o domingo


Em homenagem a Semana Mundial de Aleitamento Materno a Ong BemVindo realizará a "1ª Caminhada BemVindo de incentivo e apoio ao Aleitamento Materno".

Além da caminhada, diversas atividades destinadas às mulheres, mães e gestantes estão programadas, dentre elas palestras e oficinas de aconselhamento em aleitamento materno, de shantala, de slings, douladas (bate-papo e encontro de Doulas – acompanhantes de parto). Além de recreação infantil e contação de histórias.

Leve potes de vidro para doação aos bancos de leite humano. Além de mamadeiras e chupetas para serem descartadas.

O Evento acontecerá nesse domingo, dia 01/08/2010, a partir das 8h30min no Horto Florestal - Zona Norte de São Paulo.

Nós da Casa do Crescer, juntamente com o Espaço ENE, Curso de Shantala, Gravidez Ativa e a Gestamater apoiamos e participaremos do evento.
Nos vemos por lá!!

A programação completa você encontra aqui: http://www.bemvindo.org.br/

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Julho na Casa do Crescer

Julho é mês de férias da garotada e de atividades na Casa do Crescer!!

Além das nossas atividades regulares, teremos Oficinas de Educação Alimentar com Débora Rosa, nutricionista do Espaço E.N.E


As atividades são destinadas às crianças de 01 à 06 anos e nosso horário de atendimento é de segunda à sexta de 09h às 18h30min.


Aproveitem as férias e tragam as crianças para brincarem conosco!!

Além das atividades para as crianças continuamos com o trabalho destinado às Mães, Gestantes e Babás de orientações sobre o desenvolvimento infantil e de cuidados com o bebê e amamentação.

Entre em contato pelo email clarissa@casadocrescer.com.br ou pelo tel.: 11-78898996 e faça a inscrição de seu(sua) filho(a).
Aguardamos vcs!!

Propaganda de alimentos: novo regulamento garante liberdade de escolha e incentiva alimentação saudável

"As propagandas de bebidas com baixo teor nutricional e de alimentos com elevadas quantidades de açúcar, de gordura saturada ou trans e de sódio vão mudar nos próximos 180 dias. Esse é o prazo que as empresas têm para se adequar à RDC 24/2010, publicada nesta terça-feira (29). A resolução estabelece novas regras para a publicidade e a promoção comercial desses alimentos. O objetivo é proteger os consumidores de práticas que possam, por exemplo, omitir informações ou induzir ao consumo excessivo.

“O consumidor é livre para decidir o que comer. No entanto, a verdadeira liberdade de escolha só acontece quando ele tem acesso às informações daquele alimento, conhece os riscos para a sua saúde e não é induzido por meio de práticas abusivas”, afirma a gerente de monitoramento e fiscalização de propaganda da Anvisa, Maria José Delgado.

Com a nova resolução da Agência, ficam proibidos os símbolos, figuras ou desenhos que possam causar interpretação falsa, erro ou confusão quanto à origem, qualidade e composição dos alimentos. Também não será permitido atribuir características superiores às que o produto possui, bem como sugerir que o alimento é nutricionalmente completo ou que seu consumo é garantia de uma boa saúde.

Uma das grandes preocupações da resolução está focada no público infantil, reconhecidamente mais vulnerável. Por isso a nova resolução dá especial importância à divulgação acerca dos perigos vinculados ao consumo excessivo de determinados produtos.
Estudos internacionais demonstram que a vontade das crianças pesa na escolha de até 80% das compras feitas pela família. Em maio de 2010, a Organização Mundial da Saúde (OMS), recomendou que os países adotassem medidas para reduzir o impacto do marketing desses alimentos sobre as crianças. O Brasil foi o primeiro país do mundo a apresentar medidas concretas. A nova resolução também atende a uma recomendação do Mais Saúde, o PAC da Saúde..."

Continuação Aqui
Fonte: Anvisa

terça-feira, 25 de maio de 2010

ENCONTRO DE MÃES DURANTE A SEMANA

A partir de junho realizaremos os Encontros de Mães durante a semana também!!
O Encontro de Mães nasceu da necessidade que percebemos das mães terem um espaço de convivência para "trocarem figurinhas". Já que existem cursos para gestantes e até de pós-parto imediato, mas depois as mães ficam um pouco "órfãs", sem saber como lidar com a educação dos filhos e todas as outras questões que são pertinentes à maternidade.
Criamos um espaço livre para as mães se colocarem, trazendo suas questões /dúvidas, trocando com todo o grupo.
Trazemos para os encontros temas referentes a Fonoaudiologia/Psicomotricidade/Pedagogia, além da Educação Perinatal e, a partir daí, desenvolvemos o tema de acordo com a necessidade do grupo.
São 5 Encontros e os grupos são divididos de acordo com a faixa etária dos filhos.

Alguns temas discutidos:
* Orientações de como estimular as crianças no processo de desenvolvimento da fala e linguagem;
* Como auxilar a criança no processo de aquisição da leitura e escrita;
*Desenvolvimento motor, brinquedos e brincadeiras para cada fase - oficina de construção de brinquedos;
*Amamentação X Chupeta/Mamadeira;
*Nutrição infantil;

*Estou sendo uma boa Mãe?;
*Como lidar com os limites;
*Meu filho está mordendo, o que fazer?
*Volta ao Trabalho X Culpa;
*Apetite sexual X Relação com o marido;
Dentre outros.
Pretendemos criar um ambiente acolhedor, de respeito e confiança.
As inscrições e poderão ser feitas pelo
clarissa@casadocrescer.com.br

Garanta a sua vaga!!
ESPERAMOS POR VOCÊS!!

quinta-feira, 20 de maio de 2010

POGRAMA DE SÁBADO E NOSSOS PARCEIROS

Olá pessoal, lembro que nesse sábado, dia 22/05, às 10:30 realizaremos o Encontro de Mães em homenagem ao dia das mães.
Será um encontro entre mães e gestantes para que possam trocar experiências sobre a maternidade, triando suas dúvidas e encontrando soluções.
Uma manhã especial com dicas e informações sobre o Desenvolvimento Infantil.
As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo email atendimento@casadocrescer.com.br
Você não pode perder!!

Vejam as pessoas especiais que estão apoiando e divulgando o nosso Encontro de Mães.
Cia. das Mães
Loja virtual de produtos diferenciados feitos por mães empreendedoras para mães, bebês e crianças.

Programa da Rede Brasil que recebe mães, pais e especialistas para discutirem assuntos ligados à educação e à saúde dos filhos em todas as fases da vida.
Mathilde e Manech
Loja de roupas infantis de SP, com peças para bebês de mamães antenadas, exigentes e que buscam novidades em acessórios e roupas.



terça-feira, 11 de maio de 2010

OPINIÕES EQUIVOCADAS - ENTREVISTA DE ALEXANDRE GARCIA SOBRE PARTO HUMANIZADO

Nós, da Casa do Cescer, não poderíamos deixar passar em branco esse fato tão preocupante.
Em entrevista à rádio CBN, o Sr. jornalista Alexandre Garcia deu um depoimento, um tanto equivocado, sobre o parto humanizado e sobre o fato de mulheres soro positivas darem a luz.
Tudo bem, todos nós temos o direito a emitir opiniões, mas sendo o Sr. Alexandre Garcia uma pessoa pública e formadora de opinião, deveria ter no mínimo um cuidado maior com suas colocações, já que é nítida a sua falta de informação sobre o assunto.
Sr. Alexandre Garcia, favor se informar sobre o assunto, para que assim, o senhor possa se colocar de forma mais apropriada e substanciosa.

A sociedade agradece!!


Carta aberta a Alexandre Garcia da Rede Parto do Princípio sobre a "bobagem" do Parto Humanizado.

Quem está brincando com a saúde?
"Caro Sr. Alexandre Garcia,
Somos mulheres ativistas da Rede Parto do Princípio, uma rede nacional, com mais de 100 mulheres por todo o Brasil, que luta para que toda mulher possa ter uma maternidade consciente e ativa através de informação adequada e embasada cientificamente sobre gestação, parto e nascimento.
É com profundo pesar que recebemos em pleno dia das mães uma fala cheia de preconceitos sobre a maternidade em um veículo de comunicação pública.
Diante de sua fala, nota-se o profundo desconhecimento das políticas de controle de infecção hospitalar, como também da legislação que garante a toda mulher o direito à presença de um acompanhante de sua livre escolha no pré-parto, parto e pós-parto imediato. Não é só uma "bobagem" do Ministério da Saúde. É lei (Lei Federal n° 11.108 de 2005). Uma lei que vem sendo sumariamente descumprida por todo o país.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

POR QUE UM ENCONTRO DE MÃES??


O Encontro de Mães nasceu da necessidade que percebemos das mães terem um espaço de convivência para "trocarem figurinhas". Já que existem cursos para gestantes e até de pós-parto imediato, mas depois as mães ficam um pouco "órfãs", sem saber como lidar com a educação dos filhos e todas as outras questões que são pertinentes à maternidade.
Criamos um espaço livre para as mães se colocarem, trazendo suas questões /dúvidas, trocando com todo o grupo.
Trazemos para os encontros temas referentes a Fonoaudiologia/Psicomotricidade/Pedagogia, além da Educação Perinatal e, a partir daí, desenvolvemos o tema de acordo com a necessidade do grupo.
São 5 Encontros e os grupos são divididos de acordo com a faixa etária dos filhos.

Alguns temas discutidos:
* Orientações de como estimular as crianças no processo de desenvolvimento da fala e linguagem;
* Como auxilar a criança no processo de aquisição da leitura e escrita;
*Desenvolvimento motor, brinquedos e brincadeiras para cada fase - oficina de construção de brinquedos;
*Amamentação X Chupeta/Mamadeira;
*Nutrição infantil;

*Estou sendo uma boa Mãe?;
*Como lidar com os limites;
*Meu filho está mordendo, o que fazer?
*Volta ao Trabalho X Culpa;
*Apetite sexual X Relação com o marido;
Dentre outros.
Pretendemos criar um ambiente acolhedor, de respeito e confiança.
Para presentear as Mães, nós da Casa do Crescer, realizaremos um Encontro de Mães especial, no dia 22/05, às 10:30.
As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas pelo atendimento@casadocrescer.com.br
ESPERAMOS POR VOCÊS!!